Logar no site

Nome *
Senha *
Lembrar

Conexão Notícias

Junho 24, 2020 957 0

PAUTA 1 - Prisão do QUEIROZ

Os novos advogados de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) entraram nesta terça (23) com um pedido para que o senador seja ouvido sobre o suposto esquema de "rachadinhas" — apropriação de parte ou a totalidade do salário dos servidores — em seu antigo gabinete na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio). Luciana Pires e Rodrigo Roca informaram que protocolaram o pedido no Ministério Público do Rio de Janeiro para que Flávio possa "prestar esclarecimentos". Com a saída do advogado Frederick Wassef do caso, após Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, ter sido preso na casa do advogado em Atibaia, no interior de São Paulo, a dupla assumiu a defesa do senador na investigação.
A iniciativa indica uma mudança na estratégia adotada pela defesa até aqui. Antes disso, em dezembro de 2018, o Ministério Público já havia convocado Flávio a depor, mas o senador não se apresentou diante dos promotores e passou a entrar com uma série de recursos questionando a investigação e pedindo o arquivamento do caso. O primeiro foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal e defendia o direito ao foro junto ao STF, uma vez que Flávio havia sido eleito ao Senado.


PAUTA 2 - Mudanças no Mercado de trabalho – o home office veio para ajudar ou gerar possíveis desempregos ?

 


PAUTA 3 - Caso Miguel: como foi a morte do menino que caiu do 9º andar de prédio no Recife
Criança de 5 anos caiu após ser deixada aos cuidados da patroa da mãe. Sari Corte Real, primeira-dama de Tamandaré, foi presa por homicídio culposo e solta após fiança de R$ 20 mil.

O menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, morreu após cair do 9º andar de um prédio de luxo no Centro do Recife na última terça-feira (2). No momento do acidente, ele tinha sido deixado pela mãe — que é doméstica e estava na parte de baixo do prédio passeado com o cachorro dos patrões — aos cuidados da patroa dela, a primeira-dama de Tamandaré, Sari Corte Real. A patroa foi presa em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e solta após pagar fiança de R$ 20 mil.

PAUTA 4 – Lei sobre o desperticio de alimentos, LEI 14.016/20 DE 23.6

Como as cidades da baixada Santista estão preparadas para a lei ? No seu município isso já ocorre ? O que pode acarretar para a empresa que fornecer comida e a pessoa que ingerir não passar bem ? Tem sanções ?

 

Classifique esta materia
(0 votes)
Ultima modificação em Sábado, 04 Julho 2020 02:40
Conexão 013

Se você apareceu nesta matéria e quer o direito d resposta entre em contato no email contato@conexao013.com.br

conexao013.com.br/
© 2020 Conexão 013

Nothing found!